Tempo estimado de leitura:

Comunicado de reajuste de aluguel: tudo que você precisa saber

Você sabe como funciona um comunicado de reajuste de aluguel? O tema desperta muitas dúvidas entre locadores e locatários nos mais diferentes tipos de moradias que envolvem locação.

A comunicação entre locador e locatário é extremamente importante na hora de evitar conflitos e garantir harmonia entre as duas partes.

Por isso, um comunicado de reajuste de aluguel é essencial para informar qualquer mudança no valor do aluguel, que pode acontecer por alguns motivos.

Nesse artigo do blog uCondo, você vai conhecer todos os detalhes sobre o comunicado de reajuste de aluguel.

Índice:

comunicado de reajuste de aluguel
Saiba como funciona um comunicado de reajuste de aluguel.



O que é um comunicado de reajuste de aluguel?

Um comunicado de reajuste de aluguel é um documento enviado pelo proprietário ou administrador de um imóvel para informar o inquilino que o valor do aluguel será aumentado. 

O comunicado geralmente inclui informações sobre o novo valor do aluguel, a data em que o reajuste entrará em vigor e qualquer outro detalhe relevante, como a forma de pagamento do novo valor. 

O objetivo do comunicado é notificar o inquilino sobre a alteração no custo do aluguel e dar a ele a oportunidade de tomar as medidas necessárias, como negociar ou ajustar seu orçamento.




Quando o proprietário pode aumentar o aluguel?

Em geral, o aumento de aluguel pode ocorrer nos seguintes casos:

  1. Ao término do contrato: Quando o contrato de locação está prestes a vencer ou quando está prevista uma cláusula de reajuste anual, o proprietário pode propor um novo valor de aluguel.

  2. Acordo prévio: Se o proprietário e o inquilino chegarem a um acordo mútuo para aumentar o aluguel em qualquer momento durante o contrato, eles podem fazer isso por meio de um aditivo contratual.

  3. Reajuste anual: Alguns países ou regiões possuem legislação que permite aumentos anuais de aluguel com base em índices econômicos, como o índice de inflação. Esses reajustes geralmente são limitados a um percentual estabelecido.

  4. Melhorias no imóvel: Se o proprietário realizar melhorias significativas no imóvel durante o contrato de locação, ele pode propor um aumento no aluguel para refletir essas melhorias.



Como informar o reajuste do aluguel?

Quando um locador e um locatário firmam um contrato de locação geralmente é informado qual é o índice de reajuste que será aplicado sobre o valor do aluguel.‍

Os índices de reajuste podem variar, podendo ser IGP-M, INCC, IPCA ou até mesmo outro acordado entre as partes no contrato de locação.‍

Quando o prazo estabelecido é alcançado, o locatário deve enviar um comunicado ao locador informando que haverá o reajuste no aluguel, neste comunicado ele deve esclarecer qual será o novo valor do aluguel e a data que a nova cobrança passa a valer.

Como fazer um comunicado de reajuste de aluguel?

Para fazer esse comunicado é simples, você pode utilizar um modelo ou criar seu próprio comunicado de reajuste do zero. 

Esses são alguns pontos que não pode faltar:‍

  • Inclua o índice que será aplicado para o reajuste do aluguel;
  • Mencione a data pela qual passará a valer os novos valores do aluguel;
  • Coloque seu nome completo e o nome do locador;
  • Certifique-se de solicitar uma confirmação de que o locador recebeu o comunicado com o reajuste.

Você pode enviar esse documento pelo e-mail do locador ou enviar uma carta.




Qual a porcentagem de aumento de aluguel permitido por lei?

No Brasil, a Lei do Inquilinato (Lei nº 8.245/91) prevê que o reajuste anual do aluguel não pode ser superior ao índice de inflação, geralmente calculado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Para realizar o reajuste do aluguel, é necessário multiplicar o valor atual do aluguel pela porcentagem do índice correspondente. 

Por exemplo, em um contrato de aluguel com data de "aniversário" em janeiro de 2024, caso o percentual acumulado em 12 meses seja de 5%, o valor do próximo aluguel será de R$1.050.

O que diz a Lei do Inquilinato sobre aumento de aluguel?

A Lei nº 8.245/91, conhecida como Lei do Inquilinato, regula as relações entre locadores e locatários no Brasil. Quanto ao aumento de aluguel, a lei estabelece que o reajuste deve seguir algumas regras.

No caso de contratos por prazo determinado, o reajuste do aluguel pode ocorrer apenas se houver previsão expressa no contrato. Caso não haja essa previsão, o aluguel permanecerá o mesmo durante todo o prazo contratual.

Já nos contratos por prazo indeterminado, o reajuste pode ser realizado a cada 12 meses, desde que haja acordo entre as partes ou previsão contratual específica. Geralmente, costuma-se adotar um índice de reajuste, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), por exemplo.

É importante ressaltar que o aumento de aluguel deve ser comunicado ao inquilino com antecedência mínima de 30 dias antes do vencimento do contrato ou do período de pagamento do aluguel.

Além disso, a Lei do Inquilinato também estabelece que o valor do aluguel não pode ser aumentado de forma abusiva ou excessiva, devendo ser justa e condizente com o valor de mercado para imóveis similares na mesma região.




Como fazer um comunicado para inquilino?

A uCondo oferece uma plataforma online que auxilia na emissão eficiente de comunicados para condomínios. 

Através dessa plataforma, os síndicos podem enviar mensagens para os condôminos de forma rápida e fácil. 

Além disso, a uCondo permite o agendamento de envios, a segmentação por grupos e a entrega de comunicados por diferentes canais, como e-mail, SMS e aplicativo móvel. 

Isso proporciona uma comunicação efetiva e ágil entre síndico e moradores, facilitando a disseminação de informações importantes e a resolução de questões condominiais.

Assista o vídeo abaixo e saiba mais:

Como implantar o sistema uCondo no seu condomínio?

Quer implantar o sistema uCondo para simplificar as cobranças e a comunicação no seu condomínio? Cadastre-se abaixo e receba uma demonstração gratuita:

Perguntas Frequentes (FAQ):

Qual o valor máximo de reajuste de aluguel?

De acordo com a Lei do Inquilinato, o reajuste dos contratos de aluguel residencial e comercial não poderá ser superior à inflação oficial do País, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Como calcular reajuste de aluguel?

Para calcular o reajuste de aluguel, basta usar a seguinte fórmula:

Valor do aluguel + (percentual acumulado em 12 meses do indicador x valor do aluguel) = Valor de aluguel reajustado

Como calcular reajuste de aluguel pelo IGP-M?

Para calcular o reajuste de aluguel pelo índice do IGP-M, é preciso multiplicar o valor do aluguel pelo acumulado dos últimos doze meses. Imagine que você deseje calcular o reajuste de aluguel, que atualmente é de R$ 1.500,00 e vence em janeiro de 2024, com base na variação do IGP-M de dezembro de 2023, que foi de -3,18%. O cálculo é feito da seguinte maneira: 1 - 0,0318 = 0,9682. Esse resultado é multiplicado pelo valor do aluguel (R$ 1.500,00), resultando em um novo valor de R$ 1.452,00. A partir desse momento, esse será o valor mensal do aluguel até o próximo reajuste, que ocorrerá daqui a 12 meses.

Postado em  

January 5, 2024

Conheça a uCondo, o sistema de gestão de condomínios

Administre um ou mais Condomínios de forma simples e rápida. A uCondo conecta bancos, síndicos, porteiros, condôminos e administradoras, em uma única plataforma 100% digital.