Tempo estimado de leitura:

Como as novas regras do WhatsApp afetam condomínios?

Você já deve ter ouvido falar das recentes atualizações nas políticas de privacidade e novas regras do WhatsApp, que trouxeram algumas mudanças emocionantes e, claro, algumas questões importantes a considerar.

Essas alterações não apenas afetam a forma como usamos o aplicativo, mas também têm um impacto direto nas dinâmicas dos grupos entre vizinhos de condomínio.

Considerando que o aplicativo ainda é um dos mais utilizados para a comunicação entre vizinhos, os gestores precisam ter alguns cuidados para evitar ações judiciais.

Neste post do blog uCondo, mergulharemos nas novas regras do WhatsApp e exploraremos como elas se aplicam ao nosso condomínio.


Índice:

  • Quais são as novas regras do WhatsApp?
  • Como as novas regras do WhatsApp impactam usuários?
  • Limitação para usuários que não aceitarem novas regras
  • Os riscos dos grupos de WhatsApp em condomínios
  • Casos judiciais envolvendo moradores de condomínios
  • Os benefícios de um aplicativo para condomínio
  • Automação financeira para condomínios

Entenda os riscos que o WhatsApp pode trazer para moradores e gestores.


Conheça as novas regras do WhatsApp


Fundado em 2009 por uma startup de mesmo nome, o WhatsApp foi comprado pelo Facebook em 2014 por 22 bilhões de dólares, quando já era popularmente conhecido em todo o mundo.


E no início de 2021 o Whats informou seus usuários sobre as alterações na sua política de privacidade. Com as novas regras do WhatsApp, a partir de 15 de maio os usuários serão obrigados a compartilhar seus dados com contas comerciais integradas com o Facebook, Instagram e Messenger.


As plataformas informaram que querem intensificar sua integração, pois dessa forma as contas comerciais poderão usar a ferramenta para interagir e fazer negócios com os usuários, inclusive através da viabilização de compras e pagamentos diretamente pelos aplicativos. 


Como as novas regras do WhatsApp impactam os usuários?


A empresa afirma que as mensagens ainda são criptografadas, mas não pode mais garantir que serão criptografadas de ponta a ponta, uma vez que as empresas que usam o WhatsApp Business poderão guardar as mensagens com seus clientes em outros serviços de hospedagem, como o Facebook Messenger, por exemplo. 


Além disso, os dados dos usuários serão integrados com os Produtos das Empresas do Facebook. 


Em seu site, o Whats informa que o objetivo da coleta de dados é "operar, fornecer, melhorar, entender, personalizar, oferecer suporte e anunciar nossos serviços". 

WhatsApp vai limitar usuários que não aceitarem novas regras de privacidade

A partir de 15 de maio, os usuários receberão mensagens sobre os termos da nova política de privacidade do WhatsApp.

A conta dos usuários que não aceitarem as regras não será excluída, porém, eles vão receber lembretes com o aviso da nova política de privacidade, de forma persistente.

A partir de então, o envio e leitura de mensagens ficará restrito.  Segundo o app, não vai ser possível acessar a lista de conversas, mas os usuários que tiverem as notificações habilitadas ainda poderão tocar para ler ou responder as mensagens, além de atender chamadas de voz e de vídeo.

Porém, o app promete que após algumas semanas de funcionalidades limitadas, os usuários não poderão mais receber chamadas ou notificações e o WhatsApp vai parar de enviar mensagens e chamadas para o telefone.


Quais os riscos dos grupos de WhatsApp em condomínios?


O WhatsApp é uma ótima ferramenta para compartilhar informações e se conectar com as pessoas, mas hoje muitas pessoas ainda não têm conhecimento que a ferramenta não é recomendada para ser usada através de grupos de WhatsApp em condomínios.


O advogado Bruno Matos, síndico de um condomínio em Bauru - São Paulo, optou por utilizar app exclusivo para condomínio, o uCondo, e sentiu o impacto positivo do uso do aplicativo durante a pandemia, já que o contato com os moradores foi prejudicado pelo isolamento social. 


Bruno conseguiu centralizar e organizar toda a gestão condominial através do uCondo. Além disso, o aplicativo permite que ele compartilhe avisos com os moradores e também possui cerca de outras 30 funções, que vão desde a abertura de chamados até a automação financeira de todo o condomínio. 


O advogado identificou que a troca do Whats e a implementação do uCondo, um app exclusivo para condomínios, o auxiliou a simplificar e organizar toda a sua rotina de gestão condominial.


Ainda segundo o síndico Bruno: "O grupo de WhatsApp, apesar de ser uma ferramenta muito importante para o condomínio, não pode se tornar oficial, já que muitos moradores não gostam de participar de grupos e acabam saindo e, assim, muitas informações importantes são perdidas".

Leia também: WhatsApp no Condomínio: entenda todos os riscos

Conheça alguns casos judiciais que ocorreram em condomínios:



Quais os benefícios de um aplicativo exclusivo para condomínio?


Desde o anúncio das novas regras do WhatsApp, o app sofreu com a migração de usuários para outras plataformas. Esses usuários estão buscando outras ferramentas para se sentirem mais à vontade com o compartilhamento de mensagens.


Essa migração já vinha ocorrendo anteriormente para usuários que moram em condomínios, pois os grupos de Whats estavam trazendo muitos problemas, inclusive judiciais, para os moradores. Saiba mais


Um app exclusivo para condomínio permite que síndicos e administradoras de condomínios possam centralizar e formalizar além de toda a parte de comunicação, também toda a parte financeira do condomínio. 


Conheça mais a fundo alguns dos benefícios da migração do WhatsApp para um app para condomínio:


Avisos: a essa altura você já percebeu que as novas regras do WhatsApp tem potencial para prejudicar a privacidade dos usuários e além disso, os grupos de WhatsApp estão trazendo processos judiciais para a gestão de condomínios. 


Com um app exclusivo para condomínio, os gestores evitam estes riscos e ainda melhoram toda a comunicação entre os moradores. 


Reservas: as reservas de áreas comuns em condomínios podem causar muita dor de cabeça. Um app para condomínio facilita essas reservas, dando mais autonomia para moradores e organizando a gestão do síndico. 


Todas as datas, horários e regras ficam disponíveis no app e se houver alguma taxa, ela será cobrada automaticamente na taxa condominial do morador no próximo mês.


Chamados: normalmente os síndicos sofrem com as reclamações de moradores e isso se tornou ainda mais complicado com o uso de grupos de WhatsApp em condomínios.


No app para condomínio uCondo, todos os chamados podem ser realizados e formalizados facilmente pela plataforma. Os moradores têm liberdade para inserir sugestões, reclamações, dúvidas e solicitações e ainda podem acompanhar todo o status do chamado, sem a necessidade de ficarem contatando o síndico em horários inoportunos.


Como fazer a automação financeira para condomínios?


A formalização e centralização de toda a comunicação do condomínio, é apenas uma das vantagens de um app para condomínio. 


A automação financeira faz com que muitos síndicos e administradoras de condomínios procurem por esse sistema, para conseguirem economizar tempo no fechamento do mês, no envio de boletos, prestação de contas e muito mais!

Síndicos e administradoras de condomínios que migraram para o app para condomínio, sentiram o impacto da praticidade na sua gestão condominial.


Algumas funcionalidades da automação financeira através de um app para condomínio:


  • Registro e envio de boletos com poucos cliques;
  • Moradores conseguem gerar automaticamente a 2ª via dos boletos;
  • Todos os relatórios são atualizados em tempo real: balancete, extrato, composição de receitas, inadimplentes, adimplência, acordos, demonstrativo financeiro, comprovantes de despesas e consumos; 
  • Funcionalidade exclusiva para controle de condôminos inadimplentes;

Quer saber mais? Cadastre-se abaixo para uma demonstração gratuita:

Postado em  

August 31, 2023

Conheça a uCondo, o sistema de gestão de condomínios

Administre um ou mais Condomínios de forma simples e rápida. A uCondo conecta bancos, síndicos, porteiros, condôminos e administradoras, em uma única plataforma 100% digital.